GUARDIÕES DAS SEMENTES DA VIDA NO VALE DO RIO PARDO - RS

Errata

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24979/ambiente.v13i3.898

Palavras-chave:

Sementes Crioulas, Afeto, Resistência, AAVRP

Resumo

Esta errata se refere à seguinte publicação: BERNARDO, M. A. T. GUARDIÕES DAS SEMENTES DA VIDA NO VALE DO RIO PARDO - RS. Ambiente: Gestão e Desenvolvimento[S. l.], v. 13, n. 2, p. 55–62, 2020. DOI: 10.24979/ambiente.v13i2.845. Disponível em: https://periodicos.uerr.edu.br/index.php/ambiente/article/view/845. Acesso em: 24 dez. 2020.

O defeito está localizado na identificação dos autores e na descrição de seus respectivos currículos/qualificações. Esta modificação não altera a interpretação dos resultados.

A equipe editorial lamenta o erro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marina Augusta Tauil Bernardo, Universidade Federal de Santa Maria/UFSM

Advogada (2012). Graduada em Direito pela Pontifícia Universidade Católica-SP (2006). Especialista em Direito Civil e Processo Civil pela Universidade Cândido Mendes (2012). Especialista em Agroecologia e Produção Orgânica pela UERGS/SCS (2019). Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Extensão Rural pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Bolsista Programa CAPES. Membro da Rede Nacional de Advogados e Advogadas Populares. Integrante do Grupo de Pesquisa CNPq/UERGS NEA Gaia Centro Sul. Membro da Associação Brasileira de Agroecologia. Pesquisadora Integrante do GT de Mulheres da ABA-Agroecologia. Integrante do Grupo de Pesquisa em Direito da Sociobiodiversidade (UFSM). Partícipe da Rede de Articulação em Agroecologia do Vale do Rio Pardo (2017). Filha de agricultora agroecológica, com experiência prática em sistemas de produção sustentável.

Elaine Biondo, Universidade Estadual do Rio Grande do Sul/UERGS

Possui graduação em Ciência Biológicas pela Universidade Federal de Santa Maria (1997), mestrado em Curso de Pós-graduação em Zootecnia pela Universidade Federal de Santa Maria (2000) e doutorado em Programa de Pós-graduação em Botânica pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2004). Na Unidade da Uergs em Encantado, atuando desde 2004, no Cursos de Graduação em Ciência e Tecnologia de Alimentos ministrando disciplinas na área de Ciências da Vida e do Meio Ambiente. Curadora do Herbário UENC da UERGS Encantado. Atuando na área de Agroecologia e Transição agroecológica - pesquisa a organização e tecnologias para a transição agroecológica no Vale do Taquari, além da dinâmica da cadeia de comercialização de produtos orgânicos, auxiliando na transição agroecológica. Também atua na extensão com o fomento da Produção de base ecológica nas comunidades. escolas, conscientizando sobre o tema. Coordena o Núcleo de Estudos em Agroecologia e Produção Orgânica no Território Rural Vale do Taquari. Na Linha de Pesquisa Conservação e Manejo da Biodiversidade do Mestrado Profissional em Ambiente e Sustentabilidade na Uergs Hortências, atua na caracterização biológica, sistemática, genética e nutricional de plantas alimentícias não convencionais e plantas nativas com potencial alimentar e ornamental. Orienta no Mestrado Profissional em Ambiente e Sustentabilidade, Linha de Pesquisa: Conservação e Manejo da Biodiversidade. Ministra a disciplina eletiva Biodiversidade e Valorização de Plantas Nativas no Rio Grande do Sul. Atua na Especialização em Agroecologia e Produção Orgânica orientando no tema Agrobiodiversidade e Plantas alimentícias não convencionais. 

Adair Pozzebon, Escola Família Agrícola de Santa Cruz do Sul/EFASC

Formado Técnico Agrícola pela Escola Técnica de Agricultura - ETA - Viamão/RS (1996), formado no Curso Superior de Tecnologia em Agropecuária: Horticultura pela UERGS - Unidade Santa Cruz do Sul/RS (2008), atuando como Tecnólogo em Horticultura com Licenciatura Plena na Educação Profissional - FEEVALE (2012), Mestre em Desenvolvimento Rural - PGDR/UFRGS (2013 - 2015). Atuação como Técnico Agrícola da Diocese de Santa Cruz do Sul, na Comissão Pastoral da Terra - CPT, como educador na Escola de Jovens Rurais - EJR e no acompanhamento de pequenos agricultores (1997 a 2001). No período de 2001 a 2008 atuando no Centro de Desenvolvimento do Jovem Rural - CEDEJOR, na oferta de qualificação profissional aos Jovens Rurais no Vale do Rio Pardo. Desde 2009 tem atuado junto a Escola Família Agrícola de Santa Cruz do Sul - EFASC como Coordenador e Educador, desenvolvendo processos formativos (Área de produção vegetal, solos e irrigação), visita às famílias, acompanhamento na elaboração dos Projetos Profissionais do Jovem - PPJs, orientação e avaliação nas bancas de defesa de estágios profissionais para o Ensino Técnico de Nível Médio. Atualmente é Secretário-Executivo da AGEFA - Associação Gaúcha Pró-Escolas Famílias Agrícolas, assessorando o processo de expansão das EFAs e nas relações político-institucionais. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em horticultura, agroecologia, desenvolvimento rural e administração rural. Atua na formação docente de jovens rurais a nível de ensino médio, técnico em agricultura e em cursos de qualificação profissional, utilizando a metodologia da Pedagogia da Alternância. 

Isabel Cristina Lourenço da Silva, Universidade de Passo Fundo/UPF

Graduada em Engenharia Agronômica (UFSM, 2015), mestrado em Extensão Rural (UFSM, 2017), doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Agronomia (UPF). Técnica Agrícola (ETA, 1997). Exerceu o cargo de Extensionista Rural na Ascar-Emater/RS (2001-2009). 
Tem experiência em ensino, pesquisa e extensão nas áreas de Agroecologia, Agrobiodiversidade, Horticultura, Extensão e Desenvolvimento Rural e Sistemas Orgânicos de Produção. Docente no Curso de Agronomia da Faculdade CESURG/Sarandi. Membra do GT de Agroecología Política CLACSO 2019-2022. Atualmente é Vice-presidenta Sul da Associação Brasileira de Agroecologia (ABA) gestão 2019-2021.

Referências

BEVILAQUA, Gilberto Antônio Peripolli et al. Agricultores guardiões de sementes e ampliação da agrobiodiversidade. Embrapa Clima Temperado-Artigo em periódico indexado (ALICE), 2014.

CARVALHO, Horácio Martins de. Sementes: patrimônio do povo a serviço da humanidade. São Paulo: Expressão Popular, p. 352, 2003.

CORDEIRO, Ângela. A Viagem das Sementes: Sementes Patrimônio dos Povos a Serviço da Humanidade. Coletivo Nacional das Campanhas Sementes da ANCA - Associação Nacional de Cooperação Agrícola, Cadernos de Saúde e Meio Ambiente, 2004.

FELDMANN, Fabio. A parte que nos cabe: consumo sustentável. Meio ambiente no século, v. 21, n. 5, 2003.

FRANÇA, Clayton Rodrigues; GARCIA, Loreley. Sementes livres—ações pela soberania da natureza. REDD–Revista Espaço de Diálogo e Desconexão, v. 8, n. 2, 2014.

Freire, Paulo. Pedagogia da Esperança: um reencontro com a Pedagogia do Oprimido. Rio De Janeiro: Paz e Terra, 1992.

GIDDENS, Anthony; BECK, Ulrich; LASH, Scott. Modernização reflexiva: política, tradição e estética na ordem social moderna. Editorial Alliance, 1997.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. Editora Atlas SA, 2008.

GODOY, Arilda Schmidt. Introdução à pesquisa qualitativa e suas possibilidades. RAE-revista de administração de empresas, v. 35, n. 2, p. 57-63, 1995.

IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo Demográfico 2010. Disponível em: < https://cidades.ibge.gov.br/brasil/rs/santa-cruz-do-sul > Acesso em: 12 de Agosto de 2020.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Fundamentos de metodologia científica. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2003.

MATTE, Alessandra; MACHADO, João Armando Dessimon. Tomada de decisão e a sucessão na agricultura familiar no sul do Brasil. Revista de Estudos Sociais, v. 18, n. 37, p. 130-151, 2016.

NARANJO, Rufino Acosta; DIEGO, José Díaz. E em suas mãos a vida. Os cultivadores das variedades locais de Tentudía. 2008.

NODARI, Rubens Onofre; GUERRA, Miguel Pedro. A agroecologia: estratégias de pesquisa e valores. Estudos avançados, v. 29, n. 83, p. 183-207, 2015.

OLANDA, Rosemeri Berguenmaier de. Famílias guardiãs de sementes crioulas: a tradição contribuindo para a agrobiodiversidade. 157 f. Tese (Doutorado) - Curso de Programa de Pós-graduação em Sistemas de Produção Agrícola Familiar, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2015.

PINHEIRO, Regis de Araujo et al. O ato de guardar as sementes e a agricultura sustentável. Cadernos de Agroecologia, v. 13, n. 1, 2018.Santilli, J. Agrobiodiversidade e Direitos dos Agricultores. São Paulo: Petrópolis, 2009. 519p.

DOS SANTOS, Ailton Dias. Metodologias participativas: caminhos para o fortalecimento de espaços públicos socioambientais. Editora Peirópolis, 2005.

SHIVA, Vandana. Biopirataria: a pilhagem da natureza e do conhecimento. Vozes, 2001.

STELLA, André; KAGEYAMA, Paulo; NODARI, Rubens. Políticas públicas para a agrobiodiversidade. Agrobiodiversidade e diversidade cultural. Brasília: MMA, p. 41-56, 2006.

Downloads

Publicado

2021-01-14

Como Citar

BERNARDO, M. A. T.; BIONDO, E.; POZZEBON, A.; SILVA, I. C. L. da. GUARDIÕES DAS SEMENTES DA VIDA NO VALE DO RIO PARDO - RS: Errata. Ambiente: Gestão e Desenvolvimento, [S. l.], v. 13, n. 3, 2021. DOI: 10.24979/ambiente.v13i3.898. Disponível em: https://testes.periodicos.uerr.edu.br/index.php/ambiente/article/view/898. Acesso em: 29 jul. 2021.